‘Atlas Político’: faltam 216 votos para reformar Previdência

Paulo Guedes em reunião com prefeitos: ainda falta muito voto. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Paulo Guedes em reunião com prefeitos: ainda falta muito voto.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A PLATAFORMA ‘ATLAS POLÍTICO’ conta pelo menos 216 votos faltantes para aprovar a reforma da Previdência na Câmara. Era o número registrado na noite desta segunda-feira (25). 92 deputados eram a favor, 71 declararam “apoio parcial” e 142 são contra, incluindo todos os 54 petistas. Os 208 restantes estão em cima do muro.

Segundo o site, “os deputados foram contatados pelo Atlas Político por e-mail, telefone e presencialmente”. Também está escrito que “apoio parcial” significa que o deputado “não votaria a favor do texto na sua versão atual”. Ou seja, a proposta só tem mesmo 92 votos hoje: faltam 216 para chegar ao número mágico de 308, necessário para aprovar a reforma.

No fim da tarde desta segunda (25), o líder do partido do Presidente na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), declarou ao Estadão que “nem o PSL está convencido da reforma”.

No Atlas Político, Waldir e a maioria dos integrantes do PSL aparecem como “a favor”. Mas há dois indecisos: Alexandre Frota (SP) e Lourival Gomes (RJ). E um integrante que declarou apenas “apoio parcial”: Charles Evangelista (MG).

Waldir reclamou da atuação do Planalto: “o governo não quer assumir a paternidade da reforma”, disse. Segundo o deputado, Bolsonaro precisa ser mais incisivo na defesa da proposta. “Esse filho não pode ficar sem pai, ele está passando fome neste momento e corre o risco de morrer”.

Gostaria de ajudar A Agência? Basta você visitar este link e comprar qualquer livro que te interessar.

Para o Início