Para filósofo francês, a nova direita enfraquece o Ocidente

Foto: Gerd Altmann / Pixabay
Foto: Gerd Altmann / Pixabay

– Em que estado está o Ocidente então?

Ele é fraco porque há muitos Trump, Marine Le Pen, Viktor Orbán, Bolsonaro. O enfraquecimento do Ocidente está aí. O que é um Ocidente forte? É um Ocidente fiel a seus valores. O que distingue os valores ocidentais? É a filosofia das Luzes. A tolerância, a abertura de espírito, o espírito crítico, o respeito às minorias, colocar o outro antes de si, o amor à cultura, o respeito à inteligência.

Não digo que o Ocidente aplique todos esses princípios, infelizmente, mas são eles que, quando aplicados, fazem a grandeza do Ocidente. Hoje temos uma multiplicação de líderes que não só não os aplicam como também os desprezam. É uma das fontes do enfraquecimento do Ocidente.

Judeus dos EUA, do Brasil e da França erram ao crer que estão resguardados, diz filósofo francês

É um ponto de vista interessante. Que demanda a questão: o que é o Ocidente? Seria meramente o conjunto de nações que se encontra no hemisfério ocidental? O jornalista Guga Chacra costuma alertar do erro:

“Lembro que, no Ocidente cultural (Europa, EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia), o Brasil não é considerado culturalmente ocidental. Isso independe de nós brasileiros nos classificarmos como ocidentais. Somos vistos como latino-americanos iguais a hondurenhos e venezuelanos.”

Bernard-Henri Lévy ofereceu à Folha a interpretação de que o Ocidente seria “a filosofia das Luzes”, ou a conduta que tem por norte moral o iluminismo em si. A alt-right, que tem em Donald Trump o principal líder, vê no intelectualismo um embuste, um obstáculo a ser vencido. Coincidentemente ou não, costuma venerar monarquias e guerra religiosas ainda da idade média, ou boa parte daquilo que o iluminismo tentou superar.

Se Lévy acerta e o Ocidente é mesmo composto de iluministas, acerta também ao dizer que a alt-right não apoia o Ocidente, mas, ao contrário do que sinaliza, agride-o no que lhe é mais caro. Levando à conclusão de que, o que viria em seguida, seria mera escuridão.

Mas a prática mostra que qualquer alerta do tipo será ignorado. A alt-right vem vencendo quase todas. E não demonstra qualquer vontade de mexer no time que está ganhando.

Siga A Agência no Twitter, Instagram e LinkedIn.

Para o Início