Onyx cria novo conceito: o ‘ministro-estagiário’

Marcelo Álvaro Antônio, do Turismo: agora ministro-estagiário. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Marcelo Álvaro Antônio, do Turismo: agora ministro-estagiário.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O MINISTRO-CHEFE DA CASA CIVIL, Onyx Lorenzoni, lançou nesta quinta-feira (21) um novo conceito que promete ser a última moda em Brasília: o ‘ministro-estagiário’. Trata-se de uma espécie de período probatório, no alto escalão do Executivo.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG), pediu ao STF que suspenda as investigações sobre ele até decidir se assume o caso. Ele é suspeito de usar candidaturas-laranja em 2018. O esquema foi revelado pela Folha em 4 de fevereiro.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Lorenzoni inovou e disse:

“Claro que o governo observa, acompanha, mas não tem nada nesse sentido [de demissão], neste momento não. Trata-se de uma questão lá de financiamento da campanha em Minas Gerais, que está sendo apurado. A Polícia Federal está ouvindo e, como eu disse no início, o governo observa, o presidente observa. Tem que se dar o tempo também para que os esclarecimentos todos venham a público, aconteçam. Aí, claro, se houver alguma coisa de gravidade, de responsabilidade direta do ministro, bom, daí o presidente vai analisar e tomar a decisão”.

Álvaro Antônio segue no governo. Quem sabe caiba a ele passar um cafezím.

Cadastre-se para receber atualizações de A Agência por e-mail ou Whatsapp.

Para o Início