Plano de Combate ao Lixo no Mar não tem prazos nem metas

Ministério pretende combater lixo no mar - só não disse quais os prazos e metas. Foto: Belle Co/Pexels

Ministério pretende combater lixo no mar – só não disse quais os prazos e metas.

Foto: Belle Co/Pexels

O MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE publicou no Diário Oficial da última sexta (22) a aprovação do Plano Nacional para Combate ao Lixo no Mar. O documento, publicado no site do ministério, traz “objetivos” sem prazos ou indicadores que possam atestar seu cumprimento.

A página do 20 “plano” traz cinco objetivos. Entre eles, “redução gradativa da poluição marinha advinda de atividades terrestres”, “redução gradativa do lixo no mar de origem marítima”, e “disponibilização de dados e informações, engajamento e criação de senso de pertencimento junto ao público que tem relação direta e indireta com gestão e disposição de resíduos sólidos”.

Mais adiante, o Plano apresenta uma seção chamada “indicadores”, que não estão diretamente relacionados aos “objetivos” apresentados antes. Na verdade, os indicadores estão divididos em oito grupos. Entre uma seção e outra existem seis “eixos”.

Recapitulando: cinco “objetivos”, seis “eixos”, oito grupos de “indicadores”.

Os indicadores incluem “quantidade de resíduos que deixou (sic) de chegar ao mar (quantidade/peso)”, “número de notícias veiculadas” e “existência de normativo sobre o Lixo no Mar”. Embora presente nos “eixos”, a revisão e elaboração de normas não está entre os cinco “objetivos”. Além disso, os indicadores não contém números do tipo “antes” para que o ministério possa avaliar se cumpriu ou não metas “depois”. Nem prazo para fazer isso.

Em qualquer aula de planejamento estratégico, o aluno aprende a traçar objetivos “SMART” – da sigla em inglês para Específico, Mensurável, Plausível, Relevante e Com Prazo. Pelo jeito, Ricardo Salles e Ricardo Vélez faltaram juntos à mesma aula.

Leia também:

Ministro do Meio Ambiente não conhecia Fundo Amazônia, de R$ 3 bilhões

Gostaria de ajudar A Agência? Contribua com o financiamento coletivo (crowdfunding) do projeto.

Para o Início