Popularidade de Sergio Moro é quase o dobro da de Jair Bolsonaro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Alvo de ataques dos milicianos digitais do bolsonarismo, Sergio Moro terminou os três primeiros meses com uma avaliação positiva superior à do governo Bolsonaro.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Datafolha confirmou que Jair Bolsonaro tem a pior avaliação para os presidentes brasileiros em início de mandato. A constatação considera todos os que comandaram o país após redemocratização, mas exclui os mandatos que se iniciavam após uma reeleição.

Segundo o instituto, 30% dos brasileiros consideram o governo de Bolsonaro ruim ou péssimo, índice semelhante ao daqueles que consideram ótimo ou bom (32%) ou regular (33%). Não souberam opinar 4% dos entrevistados.

Após 3 meses, Bolsonaro tem a pior avaliação entre presidentes de 1º mandato

É interessante, no entanto, comparar o desempenho do presidente da República com o de Sergio Moro, um dos primeiros ministros anunciados ainda na transição. Se apenas 32% consideram o governo Bolsonaro ótimo ou bom, essa fatia quase dobra de tamanho quando a análise recai sobre o Ministério da Justiça.

O ex-juiz federal é conhecido por 93% dos entrevistados. O desempenho no comando do Ministério da Justiça e da Segurança Pública é considerado ótimo ou bom por 59%.

Moro é aprovado por 59%, e titular do Turismo tem 11%, diz Datafolha

Quando da nomeação, críticos alertaram que é prudente a um gestor evitar nomear quem não poderá ser demitido. No que pode ter sido o movimento mais arriscado até então, milicianos digitais do bolsonarismo chegaram a atacar Moro nas redes sociais. Ao fim, celebraram o afastamento de Ilona Szabo.

Se o Presidente de fato se preocupa com o estado da própria popularidade, é bom passar a conter a sede do núcleo ideológico do Planalto – ou, quem sabe, a própria sede.

Gostaria de ajudar A Agência? Contribua com o financiamento coletivo (crowdfunding) do projeto.

Para o Início