Fã de Brilhante Ustra vai fiscalizar imagem do Presidente no exterior

Filho vai fiscalizar o trabalho que pai faz a respeito de imagem do País. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Filho vai fiscalizar o trabalho do pai a respeito de imagem do País.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO não está satisfeito com a imagem que tem no exterior. Foi o que contou a jornalistas em café-da-manhã realizado nesta quarta-feira (13) no Palácio do Planalto. Segundo o Jornal Nacional:

“Durante a conversa, o Presidente afirmou que deve trocar os embaixadores em pelo menos 15 países importantes, como França e Estados Unidos. Bolsonaro disse que a imagem dele não está boa no exterior, que é apresentado como ditador, racista e homofóbico e que não é nada disso.”

Muito bem. Na manhã desta quinta (14), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi eleito para presidir a Comissão de Relações Exteriores da Câmara. Sim, caberá ao filho presidir a comissão que fiscaliza a política externa do pai.

Dudu é um entusiasta do coronel Brilhante Ustra (1932-2015). Já comparou Sergio Moro e Janaina Paschoal ao torturador, numa tentativa de elogiá-los. Quando seu pai dedicou à memória de Ustra o voto pelo impeachment de Dilma Rousseff, em 2016, Eduardo estava ao lado e ‘dublou’ o pai dizendo o nome do coronel.

Agora caberá a ele fiscalizar o trabalho do Presidente para mostrar que ‘não é nada disso’.

Leia também:

Vereador do Rio provoca demissão de ministro

Cúpula Conservadora das Américas articula derrubada de Maduro

Gostaria de ajudar A Agência? Basta você visitar este link e comprar qualquer livro que te interessar.

Para o Início