Zema regulariza repasses a cidades pequenas, mas governo ainda deve a BH

O governador Romeu Zema: repasses em dia só com as cidades pequenas. Foto: Omar Freire/Imprensa MG

O governador Romeu Zema: repasses em dia só com as cidades pequenas.

Foto: Omar Freire/Imprensa MG

VÁRIOS VEÍCULOS DA IMPRENSA MINEIRA publicaram nesta terça (8) que o governo de Romeu Zema regularizou os repasses de impostos para as prefeituras.

Foi o caso do G1 (‘Associação de municípios diz que governo de Minas está com repasses deste ano em dia‘), do jornal Hoje em Dia (‘Com dívida bilionária da gestão passada, Minas está com repasses a municípios em dia no governo Zema‘) e do portal BHAZ (‘Zema coloca em dia repasses de impostos aos municípios após pressão de prefeitos‘).

Mas essa história não está completa.

Usada como fonte pelas reportagens, a Associação Mineira de Municípios (AMM) representa principalmente as cidades menores. E reportagem de O Tempo publicada na noite desta terça (8) mostra que os repasses ainda estão atrasados para os municípios grandes:

(…) diversas grandes cidades apontam que não receberam a totalidade dos recursos devidos neste início de ano. É o caso, por exemplo, de Belo Horizonte, Betim, Montes Claros e Nova Lima. Por causa disso, prefeitos tentam, por intermediação do vice-governador, Paulo Brant (Novo), uma reunião com os representantes do governo (…) No caso de Belo Horizonte, a dívida total – que inclui os atrasos do governo anterior e parte dos repasses que deveriam ser feitos neste ano – chega a R$ 426 milhões. Em Betim, dos R$ 25 milhões devidos só em 2019, a prefeitura teria recebido apenas R$13 milhões”.

A crise em Minas é grande: o déficit é maior do que os fluminense e gaúcho somados. Ainda falta muito para que Zema possa regularizar os repasses para todas as 853 prefeituras.

Gostaria de ajudar A Agência? Você pode comprar um livro, cadastrar-se para receber atualizações por e-mail ou Whatsapp, curtir a página no Facebook, assinar o canal no YouTube, ou seguir o projeto no Twitter, Instagram e LinkedIn.

Para o Início