ANAC afrouxou regra de segurança no dia da morte de Boechat

ANAC determinou que cada empresa determina os critérios para escolher gerente de segurança. Foto: CC0 License/Pixabay

ANAC determinou que cada empresa define os critérios para escolher gerente de segurança.

Foto: CC0 License/Pixabay

A ANAC PUBLICOU em 11 de fevereiro no Diário Oficial a Resolução nº 503, aprovada quatro dias antes. A medida alterou o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil de modo a facilitar a contratação de diretores ou gerentes de segurança por parte das companhias aéreas, entre outras medidas.

No texto anterior, para ser diretor ou gerente de segurança operacional de uma empresa de aviação, era necessário atender a uma série de requisitos, como ter feito curso de sistema de gerenciamento de segurança operacional reconhecido pela ANAC, possuir pelo menos um ano de experiência na área e conhecer “as partes pertinentes dos manuais do explorador e de suas Especificações Operativas”.

No novo texto, cabe a cada empresa “designar como Diretor ou Gerente de Segurança Operacional (…) uma pessoa que atenda aos critérios de competência, experiência e treinamento” estabelecidos por ela mesma.

Na mesma segunda-feira em que a resolução foi publicada, Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci morreram na queda de um helicóptero na Rodovia Anhanguera, durante um voo entre Campinas e São Paulo.

Siga A Agência no Twitter, Instagram e LinkedIn.

Para o Início